Dedetização de escorpiões

Dedetização de escorpiões

Os escorpiões são aracnídeos muito perigosos que estão proliferando nos esgotos de São Paulo atraídos pelas baratas que são muito apreciados como alimento para eles.

Em São Paulo há predominância de duas especies de escorpião sendo essas:

Escorpiões Amarelos – É auto reprodutivo, os óvulos se desenvolvem originando um novo indivíduo sem a necessidade de uma fecundação, toda população dessa espécie é fêmea.

Escorpiões Pretos – Essa espécie de escorpião depende de um macho e uma fêmea para reprodução, as fêmeas logo após do ato sexual mata o macho, assim que os filhotes nascerem sua primeira refeição é o próprio pai.

O veneno de todos os escorpiões tem efeito neurotóxico, ou seja, age no sistema nervoso. A picada é extremamente dolorosa, provoca dor intensa no local afetado e se dispersa por todo o corpo, levando a vítima a um estado de hiperestesia, fazendo com que o doente fique extremamente sensível ao menor toque em todo o corpo. 

A ação neurotrópica da peçonha age sobre o bulbo (medula oblonga) região importantíssima do encéfalo que controla os movimentos respiratórios e cardíacos, além dos movimentos peristálticos, mas sua ação é específica sobre a região do bulbo controladora da respiração, o que faz com que a vítima morra por parada respiratória.

Os inseticidas convencionais utilizados para combater as pragas urbanas são ineficazes contra os escorpiões, isso acontece pois eles são dotados de quimioreceptores que são responsáveis em varrer a superfície onde o escorpião caminha,isso facilita o único sistema que existe no combate desses, que são a aplicação de produtos microencapsulados.

Os produtos microencapsulados não causam repelência ao escorpião, penetram no corpo desses, quando inserido em seu organismo as microcápsulas se rompem, intoxicando o animal, causando dessa forma sua morte.

Fale Conosco

Estamos sempre prontos para melhor atendê-los.

Solicite um orçamento